domingo, 6 de agosto de 2017

SEMENTES DA FLOR DA IDADE


Sábado de tarde em Parnamirim no Estado do Rio Grande do Norte. O mês de Agosto e precisamente no quinto dia. Uma panela com feijoada, outra com galinha caipira e uma bacia com arroz branco. A cerveja, o refrigerante e a água mineral estavam em uma caixa de isopor com gelo encostadas ao muro lá no quintal. O quintal estava varrido e as mesas e as cadeiras espalhadas embaixo das árvores frondosas. Um tapume de madeira foi jogado no chão e um tapete foi posto sobre ele delimitando o espaço "palco" das apresentações. Os meninos da banda "João sem braço" e os bons velhinho da banda "A máquina" seriam as atrações daquela tarde e eventualmente o espaço estaria disponível para os voluntários. Não se deve subestimar uma organização de eventos de rock. Tudo estava em ordem. Bilheteria, bebidas geladas, tira-gosto free e a maconha. O encontro marca o terceiro ano de ajuntamento dos velhos amigos e dos novos amigos do grupo de whatzap que Ricardo Bezerra é o organizador. Este encontro foi realizado na casa dele. 

O quintal onde ele cria algumas galinhas, patos e um casal de jabutis foi o cenário surreal para esta festa bacana entre os adeptos da boa música. E música não faltou. A surpresa mesmo foi a banda "João sem braço" tocando músicas autorais e na expectativa do primeiro CD. A velha-guarda da banda "A máquina" deu o toque de rock and roll cru com pegadas e riffs do Adriano na guitarra e todas canções de autoria dos três maquinários remanescentes da geração do bom e velho estilo. 

Outra coisa que ocasionou o encontro foi o reencontro com o casal "Joel/Raquel" que vieram dar um rolé entre os amigos e rever a família. Assim foi a tarde e noite daquele dia. E vendo tudo isso e aceitando os sinais de fumaça dispostos no céu concluiu que tudo era bom.     

Nenhum comentário: