domingo, 6 de agosto de 2017

A GULA

Meus primeiros passos foram dados em direção à uma geladeira com a porta aberta.
Alguém me empurrou para dentro e depois fechou a porta.
Fiquei olhando e olhando...
estava escuro e frio no início.
Senti cheiro de carne fresca, peixe e frango; doces, bolos e frutas e verduras. Mas eu ainda não conseguia ver aonde estavam. A escuridão foi se dissipando e apenas um nevoeiro frio fazia aquele espaço não ser o ideal. Uma garrafa de Gin. As coisas começam a fazer sentido.
Uma travessa com bolo de chocolate e uma bandeja de queijo mussarela estão me convidando para uma conversa séria. 
Vou me encostar aqui.  
                     
A coca-cola está com pouco gás, mas isso é besteira. Assim mesmo ficamos esperando a lua sair naquela noite, mas parece que a preguiça também pegou a lua de jeito. Fomos nos divertindo com bolos e mussarelas enquanto as frutas e os doces negociavam o restante da noite. Tudo certo em poucas horas e um cachorro-quente com fritas habitava uma tigela de vidro com tampa de plástico verde. Nada mal. Vou esperar aqui fora um pouco. A tigela estava cheirosa por dentro. Ah! que cheiro gostoso de frango assado... aonde está? aonde? vou descer aqui um instante na turma das verduras... aqui está você bem esquecidinho... frango assado com coca-cola e uma fatia de bolo sempre tão deliciosos.
Me deixe experimentar seus doces. Claro meu amigo, venha saborear o que guardamos para você. É tudo muito gostoso. Feitos para você. Maravilha de doce. Deus me ajude aqui nesta tigela sem tampa que mais parece uma piscina de açúcar. Doce de jaca, de goiaba e de caju em três tigelas abertas cobertas por um fino plástico fácil de abrir. Agora estou farto. Mas eu não quero ir embora. Vou procurar um local para descansar um pouco. Me acordem se ouvirem alguém se aproximar por que eu não quero mais sair daqui. Vou beber essa coca-cola com esse limão. Boa noite.   

Nenhum comentário: