quarta-feira, 30 de maio de 2018

poesia mar GG anal

meu deus me abandonou
hoje eu sou só um torcedor
que catuca a vara com onça curta
travesti filho da puta
que pariu a estrela em queda
que comeu tudo depois da merda


me poupe ser mais macho que o seu pau
olho o sol vendendo a lua diante da nau
mas que sede faz tanto sal aqui
mas que fome faz tanto mal o bem te vi
é dezembro meu varal fica mais pesado
é natal é ano novo foi-lhe tomado o passado

Resultado de imagem para Nikolai Berdiáev


Nenhum comentário: