domingo, 7 de agosto de 2011

Faleceu no dia 27/07, aos 90 anos, o Rev. John Stott, um dos mais respeitados biblistas evangélicos anglicanos. Sua obra inclui mais de 50 livros. Suas idéias tiveram enorme impacto no mundo protestante. Por tudo isso sua partida recebeu destaque em todo o mundo. A revista Veja a destacou no seu obituário semanal. Importantes lideranças anglicanos prestaram homenagem a esse amante da bíblia e dos pássaros. Entre elas os arcebispos da Irlanda, do Egito e de Jerusalém.
Como era de se esperar a Província Brasileira não emitiu sequer uma linha sobre isso. O motivo é que John Stott jamais compactuou com os modismos teológicos e pior que isso, ousou questionar a Província Americana quando essa passou a ordenar mulheres e gays ao episcopado. Portanto ele não mereceu compaixão por essa “heresia” nem mesmo na hora da morte.
Posição diferente teve o Arcesbipo de Cantuária, que mesmo liberal, soube reconhecer o valor desse bom soldado de Cristo. Sua Graça Rowan Williams, relembrou a vida do Rev. John Stott, e entregou o seguinte tributo em resposta à notícia de sua morte: “A morte de John Stott será pranteado por inúmeros cristãos em todo o mundo. Durante uma longa vida de serviço generoso e testemunho, John ganhou um lugar único no coração de todos que o conheciam, seja pessoalmente ou através de seus muitos livros. Ele era um homem de rara graça e bondade pessoal profunda, um comunicador excelente e um conselheiro sensível e hábil. Sem nunca comprometer a sua fé firme evangélica, ele se mostrou disposto a desafiar alguns dos modos pelos quais a fé tornou-se convencional ou introspectiva. Não é demais dizer que ele ajudou a mudar a face do evangelismo internacional, defendendo a necessidade da “missão holística” que aplicou o Evangelho de Jesus a todas as áreas da vida, incluindo questões sociais e políticas. Mas ele será lembrado mais calorosamente como um expositor de escritura e um mestre da fé, cuja profundidade e simplicidade que comunicou a doutrina viva em todos os lugares e de novas maneiras”.
Quanto a nós acreditamos que essas tenham sido as palavras que o reverendo Stott ouviu: “Muito bem, servo bom e fiel! Você tem sido fiel com algumas coisas, vou colocar você no comando de muitas coisas. Venha e participe da alegria do seu senhor!” Que a luz eterna brilhe sobre ele agora e sempre.

Rev.Pe. Rodson Ricardo Souza do Nascimento
Pároco da Comunidade da Natividade - Natal/RN

Nenhum comentário: