sexta-feira, 7 de abril de 2017

FALSOS MORALISTAS DE MERDA!





       Ultimamente os falsos moralistas de merda estão se valendo dos cacos de telhas do pensamento moderninho do "politicamente correto" para escoarem seus dejetos em plena praça pública. Serei sincero mesmo. Como se o mundo e as pessoas precisassem de regras, de norminhas escrotas, de gente se dizendo defensora dos animais, de gente que diz ser solidária, e "mimimi" pra lá, e "mimimi" pra cá, ora, ora, ora, isso é um inferno. Lembrem-se dos tempos do programa "Os Trapalhões", todo mundo ria dos trejeitos do Zacarias, das investidas de Didi ironizando o Dedé e virávamos a perna com as piadas de bebum do Musum. Mas o programa acabou, alguns morreram e muito bem, uma nova geração passou a ditar regras no contexto social. Acho correto as lutas de classes, a luta incessante pela reforma agrária, greves gerais, o progresso das ações afirmativas, o professor Leonardo Boff em seu livro "As cores do Arco-Íris" diz que não é preciso ser negro para defender a causa dos negros. Mas entediar o mundo com proibições infantis, como essa da  garota que se ofendeu com as palavras de um alguém e já foi escandalizando pro mundo, isso é coisa da espécie, coisa que qualquer um faz, isso não é motivo para escândalo, eu sei que a mídia aposta nessas coisas e dramatiza muito, mas também não tiro o dever ético de resolver qualquer situação entre duas pessoas ali, na hora, entre os dois. Como boas pessoas civilizadas. As pessoas não são esses marionetes frustrados que cospem direitos e se masturbam, escondidos, bem atrás das  janelas de casa.  Acredito que essa modinha vai passar. Somos bem melhores que isso.  Somos um povo, segundo o historiador Leandro Karnal, de lutas, revolucionários, guerrilheiros do cangaço, digo eu, somos os filhos da revolução, não podemos desvirtuar a trajetória de nossa história. Até briga de galo querem acabar. Não. Assim não. Isso vai ficar muito certinho. Desse jeito vai continuar a esculhambação. 




Nenhum comentário: