sexta-feira, 19 de setembro de 2014

DESCONSTRUINDO TUDO PARTE I

      
INTRODUÇÃO: 

Apresento-lhes uma teoria de desconstrução da única maneira de enxergar a vida, tal e qual ela se apresenta em sociedades as mais variadas possíveis e nas quais se possa por meio de recursos pessoais obter o minimo de conhecimento. Com o objetivo de gerar uma discussão sobre o modelo atual de convivência humana e uma possibilidade de desconstrução desse sistema. O que podemos observar a priori são as tentativas de explicar a origem da humanidade e seus reflexos na atualidade. Podemos partir destes paradigmas e prosseguir  a nossa discussão e reflexão até as histórias folclóricas ou contos representados pela comunidade local. Tenderemos não somente aos textos e experiências antigos mas, abordaremos também o que se pensa sobre a humanidade atual, seu destino, suas expectativas, angustias e crenças. Nada muito elaborado nem rústico demais, mas na medida das pesquisas e das abordagens semanais procuraremos encontrar um bom ângulo para elucidar os velhos e os novos caminhos, se é que eles possam existir. De qualquer forma este trabalho servirá para firmarmos nossas posições e também com o objetivo maior que é o de desconstruir toda essa gama de conhecimento primário que nos foi condicionado desde nossa percepção como seres humanos e pertencentes a um lugar no mundo. Espero dar conta deste desafio e poder proporcionar aos leitores alguma colaboração para decifrar as catástrofes da existência e suas nuances. Boa leitura: 

Nenhum comentário: